segunda-feira, 14 de março de 2011

Almirante Williams Brousse !


Qual o nome do senhor capitão, pois ainda não nós apresentamos.
Nessa hora, Elizabeth desce a escada fica no quinto degrau, e só olhando.
Merolly olha para cima e ver Elizabeth que faz um carinha de riso, o marujo vai e pergunta:
_Quais as ordem Capita?
Elizabeth, responde antes que Merolly e diz:
__ Mate todos.
O Capitão pergunta o por quê?
Merolly veio ao encontro do Capitão na mesa e pega uma garrafa de rum que estava a sua mesa, e diz:
__Bem agora Capitão podemos conversa?
Ele responde:
__Sim, Seguimos com a conversa.
__qual o seu nome?
Ele responde com firmeza na voz:
__Almirante Williams Brousse e acrescenta sou Almirante da Coroa Real, estou a serviço da Condessa Caroline Maria  Collin.
Ela fala meia com curiosidade:
___ Interessante! Um cavaleiro da coroa real.
Mas pelo visto tem muito inimigo, pois estava sendo fortemente atacados por aquele outro navio, sem bandeira.
Senhor Williams respondeu:
___ tinha recuperado minha carga, que fora roubada por eles a noite anterior, e os seguir e conseguir interceptar-los, senão fosse você, teria conseguido.
Ai Merolly indaga pela carga ao senhor capitão.
Deve ser uma carga preciosa pergunta ela?
__ ele só responde com um simples sim,
Ela quer sabe qual o valor real dessa carga.
E pergunta:
__ deve ser valiosa.
Ele responde:
Coisa de rei, muito valioso.
Então aquelas caixas, o que há nela, indaga Merolly.
Ele responde:
Que não sabe do seu conteúdo, mas ela sabe que ele mente.
Elizabeth vai e diz friamente:
__ Abrimos e o mistério acaba, e ri alto.
Merolly por sua vez se vira para o capitão, com a caneca de rum, da um gole e diz:
__ E ai capitão que acha?
Ele exalta:
__ Você não sabe com quem esta mexendo mulher do mar.
Elizabeth  deu um pulo e já  estava bem próximo ao capitão,e coloca a sua mão na pistola ,e diz secamente:
___ Quem mexer conosco, seria melhor, já reserva seu lugar no fundo no mar ,e  ajunta-se  a alguns dos seus  marujos.
E outra coisa que  eu quero , eu tomo seja  quem for  seu dono .
Merolly resmunga baixinho:
___Elisa, Elisa e rir também.
Capitão Williams volta-se para Elizabeth e pergunta:
___Que fez com meus marujos?
Elizabeth responde, dando a costa:
__os meus amigos estavam com fome e os alimentei como gostaria de fazer com você, mas...
Para e olha para merolly, essa esta calada só olhando a situação dos dois.
Ai Williams olha seriamente para Merolly e pergunta:
__ è esse o tratamento para com um capitão?
Merolly só  ri e fala :
__  vamos acaba com essa  situação e abriremos essas  caixas, pois temos trabalho a  fazer.
Williams se vira para Elizabeth e indaga novamente.
Cadê meu Tenente?
Capitão, responde ela...
Se ele não foi junto, como refeição para meus amigos, esta a no porão com os outros menos nervosos, E riu.(parei aqui )
Merolly foi e mandou que o marujo abriu-se as caixas, pois estavam com pressa de sabe o conteúdo delas.
Quando o marujo abriu a primeira caixa.
Tinha moedas e ouro, e as outras, eram parecidas, só tinha duas que continha mapas e livros desconhecido para Merolly.
Já uma continha, pedra e uma coisa pequena parecendo, como se fosse conchinha do mar.
Um pouco maior, com um tipo de gancho, que parecia um anel colado na concha.
Merolly pegou e ia tentar abrir , quando colocou o dedo dentro do gancho, O capitão grita...
Se você puxa, vamos morrer todos e seremos comida de tubarão. Merolly retira, mas rápido possível o dedo do gancho, mas fica com a conchinha na mão.
Observando, com cautela, e ao mesmo tempo, curiosa em sabe como o capitão sabia sobre essas conchinhas, coisa que Merolly nunca tinha visto. Foi ai que o marujo se virou para Elizabeth e perguntou: __Capitã que faremos com  isso tudo,  quais as ordem?
__Elizabeth olha para Merolly, essa só olhar a carga e pega um mapa da caixa e senta a mesa  e  pergunta:
__Capitão Williams que interessante rota já navegou nelas?
Ele responde:
__Eu não, mas o Com odoro, que tive a oportunidade de navegarmos  junto  já.
Merolly se interessou pelos mapas, e mandou guarda os livros e as pedras e especiarias no porão. Mas os mapas e  as conchinhas  na sua cabine iria permanece.
Elizabeth deu as ordens e se virou para Merolly e diz: irei providenciar refeição para todos nós e saiu. Merolly permanece sentada e o Almirante se levanta e anda em direção a janela, antiga posição de Merolly, ele olha pela janela, e se vira para Merolly e pergunta: __O que ira fazer comigo?
Pois suas perguntas já foram respondidas, agora sou desnecessário aos seus propósitos. Ela continua olhando os mapas e responde:
__Nada
Você continuara meu prisioneiro ate eu achar que não preciso, mas  de você.
Ele se voltar e continua a olhar pela janela, quando Merolly deu um suspiro,ele se virou e a olhou com  mas atenção e fico observando-a, as linhas do seu rosto, e sua mãos, os lábios e ele caiu em um pequeno devaneio, boca bonita, perfeita, lábios rosados, contorno de dar inveja, será que tem gosto, de manga ou gosto de sal do mar.
Merolly observar que o  almirante Williams  a  observar e  fica sem jeito por um minuto,ela vai e  pergunta: __precisa de alguma coisa Capitão?
Ele responde: __ sim, se possível gostaria de um banho, pois já tenho dois dias sem me banhar. Ela o olha agora com cautela, e observa que ele é cuidadoso e tem um cabelo preto, olhar profundo, boca pequena, lábios carnudos, mão grande, um belo homem disso ela não pode negar.
Então ela vai e responde:
__mandarei providenciar seu banho capitão, antes ou após do jantar? Ele responde:__se possível antes, e algumas roupas já que, estou no se navio e minhas vestes estão no meu navio e olha em direção a janela.
E ver o seu navio alguns metro dali.
Merolly vai e responde: __Se não se incomodar de vestir algo dos marujos? Ele responde?
__Não, Mas que gostaria de ter as minhas  próprias veste, senão fosse incomodo,.
Ela responde: __ mandarem pegar.
No mesmo instante um marujo desce a escada, e recebe as ordens e sai pra cobri-las.
Em alguns minutos retorna o marujo com uma das suas calca e uma camisa ,não cheira mau , mas percebe que foi lavada  e joga em direção a Capitão e sair.
Merolly ri, nessa mesma instante Elizabeth entra e diz:
__Capitão seu banho, ela olha Merolly essa que se encontra ainda sentada, e pergunta:
__ele vai toma o banho, no Deque dos marinheiros ou aqui?
Merolly responde: __Pode ser aqui mesmo, e ele olha as duas e ri, com um riso meio safado.
Olha as suas mãos amarrada e  a estende para ser cortada a corda.
Antes ele pergunta ou vocês querem me banhar?
Merolly o olhar e diz: Pouco conversa Capitão e se banhe. Irei me retirar,e não demoro, quero minha cabine pronto quando voltar.

Já Elizabeth ri e diz:_ : Eu fico vigiando o Capitão qualquer gracinha dele, ele toma banho junto ao tubarão no fundo do mar.
Elizabeth corta a corda e empunha a sua pistola na direção do capitão e fica na ponta da escada, e espera o Capitão tirar a roupa, ele a olha e diz:
__Vai ficar ai?
Eu não poderei fugir daqui se é isso que á incomodar.
Ela responde sem retrucar: __Se banhe, e pouca conversa, pois meu dedo ficando cansado, e estou também com fome.
Ele começa a tira a roupa, e inicia o seu banho. Seu corpo musculoso aparece, com a sua pela morena amostra, Elizabeth olha com uma sede na boca, faz algum tempo que não deliciar um corpo, bonito. Admira principalmente suas partes intimas e quando, se dar conta o capitão esta a olhando com um riso meio safado no rosto.
Elizabeth interrompe seu sorriso, e fala: _ vai demora esse seu banho?
Ele vai e responde:
__estou aproveitando, o máximo que posso, pois não sei quando irei me banha de novo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário